Pinterest: o que é e como utilizar para sua loja

Compartilhe esse post:
pinterest - capa

O Pinterest é uma rede social focada em imagens e que já conta com mais de 400 milhões de usuários ativos. Veja como usá-lo em sua estratégia

Já falamos aqui algumas vezes da importância da sua loja ter um perfil nas redes sociais. Essa estratégia aumenta sua presença de marca, facilita e incentiva a interação com o público, cria conexões e, cada vez mais, aumenta sua conversão.

E se até agora você olhava apenas para o Facebook e o Instagram, quero lhe apresentar o Pinterest! Uma rede social totalmente voltada para imagens, onde o texto quase não tem vez. 

O que é o Pinterest

O Pinterest é uma rede social fundada em 2010 e, hoje, conta com mais de 400 milhões de usuários mensais ativos. Ela funciona basicamente como um mural de inspirações e ideias, onde as pessoas podem agrupar e guardar imagens que fazem sentido para a sua vivência. 

Ideias de looks, decoração, presentes no estilo “faça você mesmo”, receitas, plantas, cortes de cabelo, diagramação de apresentações on-line e prints de cenas de filme. No Pinterest, tudo tem potencial!

No começo, a rede tinha um apelo muito visual e servia basicamente para fazer murais de inspiração, potencializando alguns mercados específicos, como itens de decoração e moda. Hoje, o seu uso foi ampliado e basicamente qualquer coisa cabe no Pinterest, desde que você saiba usá-lo. 

Livrarias, por exemplo, passaram a criar seus perfis quando perceberam que trechos de livros estavam fazendo sucesso na rede. Ao publicar uma simples fotografia da página de um livro, com o texto grifado, ou uma bela arte apresentando frases impactantes e reflexivas de autores famosos, é possível linkar a rede à sua loja.

Como a rede social funciona

O Pinterest pode ser acessado através do site ou aplicativo. Ao entrar, o usuário tem a opção de escolher os conteúdos que deseja ver no feed inicial ou buscar por algo específico na barra de pesquisa.

Outra opção também é subir as imagens que ele quer compartilhar com a rede. E se a pessoa encontrar alguma imagem que ela ache interessante e queira acessar fácil depois, ela pode dar um pin nessa imagem, ou seja, salvá-la.

Esses pins ficam em pastas, que você pode criar, dividindo por temas. Assim fica mais fácil organizá-las. Por exemplo, você pode criar uma chamada “Ideias de decoração para sala”. Ali, você guarda as imagens relacionadas ao tema. Basta ir pinnando…

O conceito de “pin”, aliás, vem de alfinete. É mais ou menos como se a gente “alfinetasse” alguns lembretes em um daqueles murais de cortiça que ficavam nas escolas e lugares públicos antigamente. Mas aqui, o mural que o Pinterest oferece, é todo digitalizado, e com muito mais espaço.

pinterest - interna

Pinterest e o varejo

Aos poucos, o Pinterest foi sendo usado por profissionais para facilitar o processos de algumas atividades com clientes. Por exemplo, arquitetos que consultavam as pastas de decoração dos clientes para entender o que eles tinham em mente, tatuadores que passaram a compartilhar seus trabalhos e referências.

Não demorou muito para que o varejo entendesse que esse também poderia ser mais um caminho para criar relacionamento com seus clientes e aumentar as vendas. Lojas de itens de decoração e móveis foram criando perfis, compartilhando ideias utilizando seus próprios itens. Lojas de roupas e acessórios seguiram o mesmo caminho… 

Mas existe oportunidade para uma vasta gama de segmentos: pets, plantas, papelaria, artesanatos… Primeiro, é preciso entender se o seu público se encontra na plataforma, para então, pensar em como interagir com ele por lá.

O público do Pinterest:

  • A média de idade dos usuários varia entre 25 e 34 anos
  • Quase 70% dos usuários são mulheres
  • 97% dos fãs do Pinterest no Facebook são mulheres
  • 50% têm filhos
  • 21% dos usuários da rede social já compraram um produto que conheceram por meio das imagens compartilhadas no Pinterest.

Como usar o Pinterest na sua estratégia de marketing digital

Criar painéis com palavras-chave 

A busca no Pinterest é uma das suas grandes ferramentas, facilitando que as pessoas encontrem o que buscam. Por isso, use palavras-chave importantes para o seu negócio e o seu item nos seus painéis. Isso vai aumentar as chances de você ser encontrado rapidamente.

Outra dica é criar painéis com temas e quantidades de pins já fechados, como se fosse um álbum. Por exemplo, “x dicas”, ou com temas de cores. Você também pode participar de painéis colaborativos, que são ótimos para aumentar o engajamento com seu público e atingir novos grupos de seguidores.

Fazer descrições breves, porém claras

O Pinterest não é uma rede social muito chegada à textos. As descrições das imagens costumam ser claras e diretas. Transmitindo a ideia central ao usuário. Por isso, mais uma vez: use as melhores palavras-chave.

Outra boa notícia é que ali você pode usar links, direcionando para os seus itens. Tanto na descrição, quanto na fonte do pin.

Lembrar que imagens verticais são mais atrativas

Imagens verticais maiores costumam ganhar mais destaque na rede social. A plataforma distribui mais e os usuários tendem a pinnar com mais frequência. Com isso, a plataforma entende que elas agradam e acabam entregando-as mais vezes. E assim a relação é retroalimentada.

Você pode criar imagens a partir de 735×1102 pixels, o que será quase um convite para que repinem a sua publicação.

Levar o Pinterest para os seus canais

Se a sua loja tem um blog, por exemplo, é possível permitir que os leitores pinnem as imagens que estão nele. Assim, eles poderão guardá-las em seus painéis. 

Essa é uma ótima maneira de conseguir mais repins e visualizações no seu Pinterest, além de mostrar ao seu público que você está presente e é ativo na rede. 

Usar o Pinterest for Business

Com essa ferramenta da rede social é possível analisar a performance dos seus pins, ver quais são mais populares, o que não performaram tão bem…

Aproveite e compartilhe novamente os que se saíram bem. Quanto mais seus pins aparecem, mais interações eles terão no Pinterest.

Otimizar o Pinterest para o SEO

Para isso, escolha um nome de usuário otimizado, use palavras-chave sempre que possível e inclua links para o seu site. Nas imagens utilize palavras-chave no nome e atributo alt e não se esqueça das hashtags.

E aí, pronto para aderir ao Pinterest e incorporar mais esta plataforma na sua estratégia de marketing digital? Lembre-se que ele é um grande aliado para aumentar as vendas da sua loja – seja ela física, no marketplace ou e-commerce próprio.

Leia também:

Como escrever uma biografia para Instagram

Telegram: como usar essa ferramenta na sua estratégia de marketing digital?

Cultura do cancelamento de marcas: o que é e como proteger meu negócio?

Compartilhe esse post: