5 formas de pagamento que seu e-commerce precisa ter

Compartilhe esse post:
formas de pagamento - capa

*Guest post por Bling.

Ofertar diferentes formas de pagamento ao cliente é algo que ajuda no fechamento do pedido e evita desistências. Veja o que não pode faltar!

Mais do que nunca, quando falamos em experiência do cliente no e-commerce, devemos pensar que junto com o comportamento omnichannel vem também a vontade do cliente de fazer as suas próprias escolhas. Para isso, o lojista deve dar opções ao consumidor, seja no catálogo de produtos, seja nas opções de pagamento e entrega. 

Neste artigo, separamos algumas questões que são fundamentais na hora de escolher as opções de pagamento para o seu negócio ter e também as cinco formas de pagamento que o negócio precisa ter. Confira! 

O que é preciso levar em conta: 

Os movimentos do negócio acompanham a mudança de comportamento do consumidor, e no nosso tempo, algumas questões devem ser levadas em conta antes de fazer a escolha das opções e formas de pagamento que estarão disponíveis ao seu cliente. É preciso considerar:

Comodidade

O caminho da venda deve ser algo fácil e fluido para quem está comprando. Portanto, é imprescindível dar opções possíveis que o consumidor se encaixe em alguma delas. Por exemplo, para algumas pessoas é mais fácil emitir um boleto e fazer o pagamento, para outras é fundamental o parcelamento no cartão de crédito. 

É necessário pensar também em sistemas que aceitem o pagamento mobile, já que as compras por celular representam uma fatia importante no e-commerce. 

Acesso

O e-commerce tem a característica de não ter fronteiras, portanto, caso tenha sistemas de entrega internacional, pense em opções que possam ser acessíveis a um cliente que mora fora do país, como por exemplo o Paypal, que é um sistema conhecido no mundo inteiro. 

Necessidades

Dependendo do seu tipo de negócio, é interessante que a escolha de pagamento se encaixe na proposta. Se for o caso de um negócio de assinatura, onde o sistema deverá realizar o pagamento periodicamente ou se é somente produtos com compras pontuais. 

Verifique também os tipos de bandeiras de cartão que são aceitas e delimite as parcelas. 

Sistema integrado

Com tantos processos que envolvem a compra e a venda de produtos online, ter um sistema de gestão disponível é importante para que os pagamentos já sejam computados automaticamente e não ocorram falhas de fechamento de caixa. 

formas de pagamento - interna

E as principais formas de pagamento para e-commerce, quais são? 

A etapa de escolher as formas de pagamento do seu negócio online é importante pois terá impacto direto nas vendas e no fluxo de caixa. É uma escolha também estratégica, já que evita que o cliente abandone a loja por não encontrar um formato de pagamento que atenda suas necessidades. 

Separamos 5 opções de pagamento importantes. Mas, quanto mais opções você puder oferecer ao seu cliente, menores as chances de enfrentar um abandono de carrinho por este motivo. 

1 –  Boleto bancário

Ainda bastante utilizado, o boleto é uma opção ótima para quem não dispõe de cartão de banco ou simplesmente quer fazer o pagamento da compra em dinheiro. Como vantagem, ele permite um maior desconto à vista e libera o pagamento em poucos dias. A desvantagem dele é que o cliente pode desistir da compra e simplesmente não efetuar o pagamento. 

2 – Cartão de crédito

O e-commerce fez o uso dos cartões de crédito aumentar. É uma opção rápida e que muitas vezes já fica com os dados salvo no seu computador ou celular, facilitando a compra. Uma outra vantagem além da facilidade, é que ele permite o parcelamento das compras. É sempre importante o lojista avaliar as taxas cobradas pelo cartão, e os prazos de pagamento, antes de aceitar a bandeira no negócio. Mas, é claro, quanto mais opções aceitas, melhor.

3 – Cartão de débito

Com a mesma vantagem do desconto de pagamento à vista, o cartão de débito deve estar entre as melhores opções para o lojista, já que o pagamento entra quase imediatamente. Ele também diminui a chance do cliente pedir reembolso da compra.

4 – Transferências

Essa é uma opção bastante rápida de pagamento e não traz custos ao lojista. Feita diretamente entre o cliente e o banco, seja através de TED, DOC ou, mais recentemente PIX, as transferências são rápidas e práticas. 

5 – Gateways

Através de gateways de pagamento, o cliente insere os dados do cartão e são enviados às operadoras financeiras para confirmar o limite de compra. É uma modalidade que traz mais variedade de bandeiras disponíveis ao cliente, mas é preciso ter contratos com cada operadora, o que requer tempo. Os gateways cobram taxas, mas que devem ser avaliadas pelo empreendedor se elas valem a pena ou não para o negócio. 

Dar opções ao cliente é um caminho importante para que ele opte por finalizar a compra online na sua loja. Muitas vezes, ele acaba saindo de uma loja para outra, de um anúncio para o outro, simplesmente porque um deles não apresenta as opções de pagamento que são convenientes para sua necessidade. Às vezes pode chegar até a pagar mais por isso. Com opções variadas de pagamento, o seu negócio passa a estar mais presente nos marketplaces e, consequentemente, vender mais. 

Leia também:

3 dicas para melhorar o score de crédito do seu CNPJ

Margem de lucro: o que é e como calcular?

O que é ticket médio e como aumentar o seu?

Compartilhe esse post: