Trava bancária: o que é e como funciona na contratação de crédito?

Compartilhe esse post:

A trava bancária funciona como uma garantia na contratação de crédito bancário. Saiba mais sobre ela e como funciona

A maioria dos empreendedores que já buscaram opções de empréstimo empresarial no mercado, possivelmente se depararam com o termo “trava bancária”. Isso porque ele e crédito andam lado a lado.

Uma prática muito comum dentro das empresas é a contratação de produtos de crédito. Isto é feito com diferentes finalidades, como realizar um investimento planejado ou para se ter um bom valor de capital de giro e manter a operação saudável.

Quem precisa de crédito, pode, muitas vezes, ter que lidar com esse “porém” chamado trava bancária. É muito comum que se utilize, dentro do mercado de crédito, essa ferramenta como forma de viabilizar uma maior e melhor concessão.

Mas o que, de fato, significa uma trava bancária?

A trava bancária nada mais é do que um mecanismo do Banco Central utilizado para assumir menor risco nas operações de concessão de crédito para as instituições financeiras que atuam nesse mercado. 

Ela consiste em, literalmente, uma trava aplicada aos recebimentos futuros da empresa tomadora de crédito para garantir que esses valores sejam realmente destinados para o pagamento do empréstimo contratado. Ou seja, a trava bancária funciona como uma garantia fornecida pela empresa para a instituição financeira fornecedora de crédito.

Essa trava bancária está atrelada aos recebimentos futuros de uma empresa, conforme regras acordadas no momento de contratação do crédito, de acordo com a preferência do contratante. Esse valor costuma ter um limite diário do que será recolhido para a dívida dentro do faturamento total daquela empresa.

Por exemplo, ao adquirir um empréstimo você pode associar o pagamento desse crédito aos valores a receber por suas vendas, com um valor diário máximo de retenção, que corresponde ao valor da parcela. Vamos supor que você tenha contratado crédito e esse limite seja de R$50 por dia no seu caso. Com isso, você receberá normalmente seus pagamentos, descontados esse valor. Ao invés de receber um total de R$500 naquele dia, você receberia R$450, neste caso, pois aquele limite de R$50 seria retido para a quitação do empréstimo. 

Dessa forma, a trava bancária também é utilizada como um aviso ao mercado de que determinados recebimentos da sua empresa estão “travados” e que esses não poderão ser utilizados como uma garantia para nenhum outro empréstimo até que o contrato vigente de crédito seja finalizado.

Quais são as vantagens e desvantagens da trava bancária?

Do lado das instituições fornecedoras de crédito, a principal vantagem é o menor risco que ela assume ao conceder um empréstimo. Isso porque a garantia que foi dada é  sólida e representa a capacidade da sua empresa em arcar com o pagamento do valor contratado. 

A vantagem para a instituição bancária que concede o crédito e para quem contrata é a mesma. Com a possibilidade de oferecer os recebimentos futuros como garantia, a contratante e a concedente acabam minimizando o risco para essa operação. Isso possibilita a oferta – para a empresa de crédito – e o acesso – para o empreendedor que solicita o empréstimo –  a um maior número de produtos, com melhores condições (taxa de juros mais atrativas, maior limite de crédito etc).

Quando se tem uma trava bancária nos seus recebimentos, esses não podem ser utilizados como garantia para nenhuma outra operação de crédito e nem será possível contar com eles como parte da sua receita líquida, já que estará comprometida no pagamento da dívida.

É por isso que é importante ficar de olho em um conceito conhecido como VDMR, Valor Diário Máximo de Retenção. Esse valor é informado previamente no contrato de empréstimo sobre o valor limite que poderá ser retido por dia, por meio da trava bancária. Essa visão é importante pois garante que sua empresa não comprometa todo o orçamento com a dívida, e nem fique sem dinheiro.

É importante que o crédito seja feito sempre de forma consciente e bem estratégica, para que você não bloqueie recursos de forma indiscriminada. Mas com tudo bem estruturado, este empréstimo pode ajudar o seu negócio a crescer, ter melhores negociações com fornecedores ou quitar dívidas com juros muito mais altos. 

trava bancária - interna

Como utilizar a trava bancária a seu favor na hora de adquirir empréstimos?

  • A trava te ajuda a ter acesso a crédito mesmo que você não tenha um imóvel, automóvel ou outro bem pra usar como garantia;
  • Ela ajuda seu negócio a ter maior poder de negociação com os parceiros de crédito;
  • Por conta dela, é possível melhorar seu limite de crédito, taxas e prazos de pagamento.

Como funciona a trava bancária no marketplace?

No Crédito Seller, serviço da B2W Marketplace para a concessão de crédito a lojistas que vendem em nossos canais, a trava bancária está vinculada ao pagamento no marketplace.

Ao receber os repasses de vendas realizadas em nosso canal, o valor da trava será direcionado ao pagamento da dívida e todo o restante do repasse é pago automaticamente para a conta corrente cadastrada pelo lojista. 

Dessa forma, o lojista consegue manter sua dívida sempre em dia, evitando acumular juros por inadimplência, e ainda recebe o restante do faturamento do repasse de forma automática em sua conta corrente. 

Caso queira saber mais sobre as vantagens da contratação de crédito através da nossa plataforma, acesse o link.

Leia também:

Payback: calcule o período de retorno de investimento no seu negócio

Gestão financeira: 3 dicas para organizar as finanças do seu negócio

3 dicas para melhorar o score de crédito do seu CNPJ

Compartilhe esse post: