4 sinais de que é hora de adquirir crédito para seu negócio

Compartilhe esse post:
adquirir crédito - capa

Será que é hora de adquirir crédito para seu negócio? Veja alguns indicadores que indicam que sim: este é o momento de fazer isso

A contratação de crédito é uma operação corriqueira na vida da maior parte das empresas. As necessidades de capital que uma empresa possui vão desde a criação do negócio (investimento inicial) até a fase em que ela já atingiu uma maturidade, mas, ainda assim, é indispensável contratar empréstimos para manter ou expandir a sua operação.

Hoje, contratar um produto de crédito se tornou muito simples. Você consegue adquirir um empréstimo de forma rápida e transparente dentro de um ambiente totalmente on-line e digital. Principalmente se você já tem um parceiro que, além de fornecer o crédito, entende sua operação e fornece uma opção que se encaixa melhor no seu perfil e nas suas necessidades. 

Dito tudo isso, chegou a hora de entender quais os sinais comuns que indicam ser a hora de contratar um produto de crédito. Isso vai te ajudar a estar sempre atento às oportunidades!

Dificuldade em expandir as vendas do seu negócio

Você sente que as suas vendas estão estagnadas? Se sim, talvez esteja na hora de realizar um novo investimento para o seu negócio. O ideal, nesse momento, é mapear toda sua operação e entender o que está impedindo a expansão da receita da empresa.

A solução para os problemas identificados com essa última pergunta, normalmente, depende da realização de um novo projeto, o que exige um investimento financeiro. Alguns dos casos mais comuns de necessidades nesses momentos são: 

  • expandir a infraestrutura da empresa; 
  • desenvolver um novo produto ou serviço a ser ofertado; 
  • aumentar o reconhecimento da sua marca através de investimento em marketing.

Depois de ter entendido o caminho a ser percorrido para expandir as suas vendas, é preciso avaliar o quanto de dinheiro você precisará para realizar esta expansão e se você possui, ou não este montante. Caso seja necessário realizar algum empréstimo,  a melhor opção é contratar um produto de crédito com boas condições de pagamento e tirar os seus projetos do papel para seguir desenvolvendo sua empresa.

Quer saber mais sobre o uso de empréstimo para investir no marketing do seu negócio? Acesse nosso post sobre o assunto.

Necessidade recorrente de capital de giro

É muito importante ter capital de giro para manter sua operação funcionando de forma ininterrupta. Mesmo assim, é muito difícil manter um capital de giro sempre à disposição. E mesmo que o tenha,  o empreendedor está sempre suscetível a gastos surpresas, que não estavam mapeados.

Assim, se você possui dificuldade recorrente em arcar com os gastos do seu negócio ou dívidas com pendência de pagamento, a sua empresa está com necessidade de capital de giro. Uma das soluções mais práticas para esse problema é a contratação de um empréstimo.

Realize um planejamento de longo prazo, tente prever e projetar as suas entradas e saídas de caixa futuras e utilize um produto de crédito para manter, dentro dessa projeção, sempre um capital de giro disponível para sua empresa. Dessa forma, sua operação terá maior capacidade de expansão e você evitará surpresas desagradáveis.

Quer saber mais sobre planejamento financeiro? Acesse nossos conteúdos para aprender mais:
https://blog.b2wmarketplace.com.br/2021/02/05/planejamento-de-vendas-2021/
https://blog.b2wmarketplace.com.br/2021/03/18/gestao-financeira-3-dicas-para-organizar-as-financas-do-seu-negocio/

adquirir crédito - interna

Más condições de pagamentos a fornecedores

Negociar com fornecedores é uma atividade muito importante no dia a dia do empreendedor. Busque sempre os menores preços e as melhores condições de pagamento, já que essas variáveis impactam diretamente na lucratividade do negócio.

Mesmo sabendo disso, não é simples ter poder de barganha, principalmente com grandes fornecedores. Isso torna a negociação muitas vezes desfavorável para os compradores. Se você acredita que suas condições de pagamento junto aos seus fornecedores não estão sendo vantajosas para sua empresa, contratar crédito pode ser uma boa maneira de superar esse problema.

Com dinheiro disponível através de um empréstimo, você pode negociar um pagamento diferenciado junto ao seu fornecedor. Por exemplo, uma opção viável é realizar o pagamento das suas compras à vista e deixar para pagar parcelado apenas o crédito contratado, isso te garante maior poder de barganha e, consequentemente, menores custos junto ao fornecedor.

Aumento acelerado das vendas da sua empresa

Diferentemente dos sinais falados anteriormente, esse é resultado de algo  positivo: o aumento das suas vendas. Mas isso também exige atenção para que seja mantido de forma saudável e contínua. Com o rápido aumento de vendas de uma empresa, algumas mudanças dentro da operação são necessárias para que se mantenha esse novo patamar de vendas ou, ainda, para que continue crescendo.

Talvez, a primeira mudança seja a necessidade de ampliar o estoque para suprir o aumento da demanda. Isso só é possível caso você tenha um maior valor em caixa disponível para esse incremento, o que muitas vezes não é o que acontece. Dado esse cenário, uma possibilidade a ser analisada é a contratação de crédito para a compra de estoque, já que esse dinheiro pode ser adquirido de forma rápida e, também, com boas condições de pagamento, caso seja tomado em uma instituição financeira onde se tem boa parceria.

Se você  é um vendedor da B2W Marketplace, pode contar com o Crédito Seller, um serviço de crédito especialmente pensado para você! Todas as contratações são feitas on-line, sem burocracia e em 24h o seu crédito está na sua conta.

Não deixe de conferir as opções de produtos e veja se você possui limites pré-aprovados para contratação de crédito. Caso tenha alguma necessidade de empréstimo, entre em contato com os consultores comerciais através do Portal Parceiro que eles irão te atender da melhor forma, buscando sempre impulsionar o seu negócio.

Leia também:

O que é e como funciona o Pix no e-commerce?

Gestão financeira: 3 dicas para organizar as finanças do seu negócio

Margem de lucro: o que é e como calcular?

Compartilhe esse post: