Telegram: como usar essa ferramenta na sua estratégia de marketing digital?

Compartilhe esse post:
telegram - capa

*Por: Alberto Rocha, estrategista de conteúdo do Submarino.

Concorrente do WhatsApp, o aplicativo de mensagens russo ganha cada vez mais espaço no Brasil e é um grande aliado das marcas no relacionamento com clientes

Atualmente, as redes sociais desempenham um papel fundamental para pequenas e grandes marcas, seja na divulgação dos produtos/serviços ou na comunicação com seus clientes. Por meio desses canais, os consumidores podem sanar suas dúvidas, resolver problemas e, em muitos casos, fechar pedidos diretamente pelo Facebook ou Instagram, por exemplo.

Outra ferramenta utilizada para estreitar as relações com o público e aumentar as vendas é o WhatsApp. O mensageiro, inclusive, conta com uma versão business, com alguns recursos focados em ajudar empresas, marcas e empreendedores em suas estratégias de marketing digital, principalmente de inbound marketing.

Contudo, apesar de sua popularidade e aceitação pelo público, o aplicativo não está sozinho no mercado. O Telegram tem ganhado cada vez mais espaço e apresenta inúmeras vantagens em relação ao principal concorrente, sendo bastante reconhecido no mercado por seus recursos voltados à segurança, privacidade e ao alcance de um grande público-alvo sem restrições.

O que é o Telegram, uma rede social ou aplicativo de mensagens?

Desenvolvido pelo russo Pavel Durov e lançado em 2013, o Telegram não pertence ao universo do Facebook como o Messenger, Instagram, WhatsApp e se destaca pelo armazenamento em nuvem. Com isso ele consegue ser rápido, seguro e estar disponível para diversas plataformas como Android, iOS, Windows e ter acesso web.

Apesar de apresentar recursos das redes sociais como hashtags, enquetes e comentários, o aplicativo não tem campanhas pagas (como Facebook Ads e Google Ads) e, portanto, se caracteriza como um mensageiro. Nele é possível trocar mensagens de texto, fazer chamadas de vídeo, enviar de áudios, imagens, vídeos e arquivos (mp3, zip, rar, doc, etc.), tudo de forma instantânea.

Também vale mencionar recursos como a possibilidade de criar grupos com até 200 mil membros (ante os 256 do WhatsApp), criptografia de ponta a ponta para oferecer uma maior segurança na sua comunicação, editar conversas já enviadas, a não interferência dos algoritmos nos seus resultados e, também, o envio de mensagens que autodestroem após determinado tempo.

Dois recursos que ajudam a enriquecer a sua estratégia de marketing se destacam: o alcance de 100% do público e a possibilidade de usar bots. Com os robôs virtuais, é possível programar funções que atendam às necessidades específicas de seu negócio e ganhar agilidade no contato com o público ao responder perguntas frequentes dos usuários, por exemplo.

telegram - interna 1

Como usar o Telegram para alavancar o meu negócio?

Embora não tenha sido criado com essa finalidade, o Telegram tem se mostrado uma ferramenta poderosa de marketing digital. Com uma estratégia bem definida, é capaz de se encaixar em muitos modelos de negócio – inclusive, para os interessados em marketing B2B, a sua marca pode alcançar altas taxas de conversão e engajamento na plataforma.

Aqui no Brasil, os canais do Telegram – semelhantes às listas de transmissão no WhatsApp que permitem uma interação unidirecional – estão em alta e têm atraído usuários com objetivos mais específicos. É possível encontrar grupos públicos e privados sobre os mais diversos assuntos e propósitos, desde o compartilhamento de notícias, downloads e promoções a fóruns sobre música e cultura pop.

Ao optar pela criação de um canal, a sua marca pode se comunicar em tempo real com os clientes, compartilhar novidades, promover eventos, serviços e produtos, além de ativar pequenos fóruns de discussão para sobre o seu negócio e aumentar a taxa de engajamento. E tudo isso com a ajuda dos bots, que ajudam a minimizar erros humanos e dispensam uma equipe dedicada 24 horas por dia para atendimento ao cliente.

O canal do Telegram do Submarino

A ideia surgiu diante do crescente número de canais e grupos brasileiros focados no compartilhamento de informações e ofertas de produtos. A equipe de conteúdo do Submarino, então, notou no Telegram uma grande oportunidade da marca se aproximar dos Sublovers de forma direta, gratuita e também de se destacar da concorrência, que ainda não investe na ferramenta.

Em pouco mais de um mês, o canal do Submarino (@submarino_ofertas) conquistou 4 mil inscritos e o selo azul de conta verificada. De segunda a sábado, os participantes são contemplados com ofertas exclusivas, cupons de desconto do site ou APP, além dos conteúdos produzidos pela marca. A aceitação pelos usuários tem sido bastante positiva, de acordo com as estatísticas de visualização das postagens e engajamento.

Abaixo, é possível ver o exemplo de uma postagem focada em marketing de conteúdo, aliada a uma landing page, assim como a divulgação de uma função presente no nosso aplicativo e o compartilhamento de uma oferta exclusiva para o Telegram. Nas publicações, é adotado o discurso na primeira pessoa e um tom mais pessoal para mostrar o lado mais humano da marca e se conectar com o público-alvo.

telegram - interna 2

Uma dica muito importante para as marcas que desejam investir no Telegram é pensar bem para escolher entre a criação de um grupo ou canal. A primeira opção é mais válida caso você  tenha como moderar o que as pessoas publicam e, dessa forma, evitar que alguém possa “sujar” o nome da sua marca.  Além disso, procure sempre criar conexões verdadeiras, entender as dores da sua persona e ajudá-la na solução.

O Telegram ainda não é tão popular quanto o WhatsApp, mas oferece recursos muito interessantes e com retornos positivos, sem necessitar de muito investimento. Com toda certeza vai contribuir para fortalecer o relacionamento com a sua base de clientes, gerar leads e impulsionar suas vendas de forma orgânica. Se vale a pena? A resposta pode ser sim, desde que a estratégia seja bem-feita.

Compartilhe esse post: