Margem de lucro: o que é e como calcular?

Compartilhe esse post:
margem de lucro - capa

Uma empresa que não analisa muito bem sua margem de lucro enfrenta grandes dificuldades em se sustentar. Veja como calcular bem essa margem

Você já ouviu falar sobre margem de lucro? Ela é muito importante para a saúde financeira de uma empresa. Principalmente, se você está começando. Afinal, leva um certo tempo para se estabilizar e para que o negócio caminhe com as próprias pernas, como se costuma dizer por aí. 

De acordo com o Sebrae, 7% das empresas fecham no seu primeiro ano de operação por falta de lucro. 20%, por falta de capital e quase 50% porque os gestores não sabem precisar se têm lucro ou prejuízo. Daí a importância de você administrar bem os valores e o lucro do seu negócio e não cair nessa estatística.

Mas a questão é que muitas pessoas não sabem como fazer esta administração financeira, assim como também não sabem precificar os seus itens. Bom, é aqui que entra a margem de lucro.

Se você tem um negócio e não conhece este termo, pare tudo o que está fazendo e leia atentamente o nosso artigo. Aqui, você vai descobrir o que é uma margem de lucro, como calculá-la e quais os benefícios de estar atento a ela no seu negócio. 

O que é a margem de lucro?

A margem de lucro é a porcentagem que mostra o quanto que “sobrou” para a empresa quando ela subtrai todos os custos que teve com o produto em si. Após este cálculo, será possível saber exatamente qual é a lucratividade do seu negócio.

O que podemos considerar de exemplo para estes custos? Juros, impostos, gastos com produção, armazenagem, envio etc. 

É preciso lembrar que o que importa na margem de lucro é a porcentagem e não o valor absoluto. Quando alguém te perguntar qual a margem do seu negócio, após calculá-la, você irá responder, por exemplo, 20%. E aqui não importa o quanto esses 20% significam em reais. 

Por exemplo, uma empresa vende um produto por R$100. Mas seus custos e despesas com este item são de R$80. Fazendo a subtração, sabe-se que o lucro é de R$20. Isso significa uma margem de lucro de 20%. 

Já uma outra empresa, que vende seu produto por R$500, mas tem custos e despesas de R$480 em cima do item, também tem um lucro de R$20. Mas aqui, a margem será de apenas 4%. Conseguiu ver a diferença e a importância da porcentagem?

Agora que você já sabe o que é margem de lucro e ao que é importante estar atento, chegou a hora de aprender a calculá-la!

Calculando a margem de lucro do seu negócio

Este cálculo é simples! Basta dividir seu lucro pela receita e multiplicar o resultado por 100. Veja:

(Lucro / Receita) x 100 = Margem de lucro

Pegando um dos exemplos acima, temos uma receita de R$ 100 que gera um lucro de R$ 20. Se você dividir 20 por 100, tem 0,20 como resultado. Multiplicando-o por 100, terá a sua margem de lucro: 20%.  

Saber qual a sua margem e os gastos operacionais que você tem com o seu produto são pontos que facilitam entender se a sua atual precificação está correta, ou se você pode melhorá-la, de acordo com a margem de lucro que desejar para o seu negócio. 

margem de lucro - interna

Existe uma margem ideal?

É importante ter em mente que essa é uma taxa variável e que depende de cada empresa, do setor de atuação, do tipo de produto ou serviço oferecido, dos custos operacionais, da precificação e, claro, de fatores externos.

Mas ainda assim, existe uma média para cada tipo de setor, que foi estipulada por especialistas. Ela implica que, para ter uma boa margem de lucro, o seu negócio precisa estar, ao menos, próximo da porcentagem correspondente para o seu setor. 

Confira a tabela:

  • Serviço: 20%;  
  • Comércio: de 10% a 15%; 
  • Indústria: de 6% a 8%.

Se você está acima destes números, parabéns! Sua margem é excelente! Caso contrário, é preciso ficar de olho. E para isso, veja algumas dicas:

  • Compare seus preços com os de concorrentes;
  • Coloque preços adequados ao seu público;
  • Faça o planejamento de seus custos;
  • Revise suas despesas e tente diminuí-las ao máximo, sem prejudicar a qualidade do seu negócio.

E uma boa estratégia para iniciar o seu negócio sem tantos custos operacionais, como o aluguel de um espaço físico, é abrir a sua loja on-line em um marketplace. Assim, você estará presente nos maiores e-commerces do Brasil e ainda economizará com infraestrutura de site, segurança, tecnologias e até mesmo com propaganda. E com menos gastos, você poderá alcançar uma melhor margem de lucro para a sua loja.

A B2W Marketplace, por exemplo, permite que os lojistas parceiros vendam na Americanas, Shoptime e Submarino; sites que recebem milhares de visitas por dia, potencializando as suas chances de venda. E você não precisa de nenhum investimento inicial. Basta cadastrar sua loja e os seus produtos e começar a vender!  

E se você quiser garantir a sua margem de lucro, a gente também te ajuda! Acesse nossa calculadora de preços e aprenda a precificar os seus itens do jeito certo, garantindo lucro para o seu negócio. Clique aqui e confira!

Compartilhe esse post: