Early Adopters: quem são e como as marcas podem conquistar esse público?

Compartilhe esse post:
early adopters

*Por: Alberto Rocha, estrategista de conteúdo do Submarino.

Movidos pela inovação, os early adopters são um grupo fundamental para alavancar um serviço ou produto antes de ser lançado no mercado

Afinal, quem são os Early Adopters? Para exemplificar, imagine que você tenha a ideia inovadora de um determinado produto ou serviço e queira investir em uma startup. Antes de lançá-lo ao mercado, é preciso identificar no projeto possíveis bugs, pontos de melhoria e diferenciais da concorrência para que haja aceitação por parte do consumidor final, certo?

O próximo passo, então, é partir para a experimentação e os Early Adopters, ou “Adotantes Iniciais”, em tradução livre, são peças fundamentais nesta etapa. Esse grupo de pessoas está disposto a testar os produtos ou serviços antes de todo mundo, adora lançar tendências e, até por isso, muitas vezes tem um comportamento de compra mais “ousado”.

Além das primeiras impressões dos Early Adopters contribuírem para o desenvolvimento e melhoria do protótipo, eles também passam a agir como formadores de opinião ao influenciarem novos consumidores mais “conservadores”, que não se arriscam a comprar ou utilizar algo sem que haja uma validação social por outras pessoas.

Vale ressaltar que, no ano de 2020, em virtude da pandemia de COVID-19, os Early Adopters também desempenharam um papel muito importante em empresas e negócios mais consolidados no mercado. Com as medidas impostas pelo período de isolamento social, muitas marcas aceleraram seus processos de transformação digital e, com base no feedback desses usuários, puderam entender como foram absorvidas as mudanças, motivações e aceitações do público final diante das novidades.

early adopters

Quais são as principais características dos Early Adopters?

Antes de irmos direto para a explicação, é preciso entender brevemente como o termo Early Adopters surgiu. A expressão pode ser encontrada pela primeira vez no livro “The Diffusion of Innovation”, lançado em 1962 pelo sociólogo e teórico americano Everett Rogers. Na obra, o autor, especializado em comunicação, fala sobre a Teoria da Difusão da Inovação, que, por meio de cinco etapas, busca entender como um novo produto ou comportamento se firma na sociedade:

  1. Inovadores (Innovators);
  2. Adotantes iniciais (Early Adopters);
  3. Maioria inicial (Early Majority);
  4. Maioria tardia (Late Majority);
  5. Retardatários (Laggards).

Como podemos observar, os Early Adopters se encontram logo no início dessa jornada. Por esse motivo, compartilham de algumas características em comum aos Inovadores, como a incansável busca por novidades e a ausência de medo das mudanças, além de ter o entendimento de que a inovação pode trazer inúmeros benefícios para todos os segmentos da sociedade – sempre com o foco em ganhar agilidade e solucionar problemas.

Outro aspecto presente nesse público é a adoção às ferramentas de conectividade como a internet e o smartphone, por exemplo, para buscar conhecimento e trocar informações. Não à toa, muitos Early Adopters podem ser encontrados em discussões de fóruns especializados ou em grupos/comunidades nas redes sociais, além de serem impactados mais facilmente com anúncios de sites especializados em temas específicos e mais nichados.

Early Adopters no dia a dia do Submarino

Entre as marcas da B2W, o Submarino é a que mais cativa os Early Adopters. Tanto o público quanto o mercado já nos reconhece como o melhor lugar para encontrar novidades, principalmente aquelas ligadas a grandes lançamentos em categorias importantes como games, eletrônicos e tecnologia em geral. Para exemplificar, trazemos aqui um recente case de sucesso com a página de pré-venda do console PlayStation 5.

Em uma estratégia inicialmente focada em SEO, o conteúdo elaborado tinha um caráter mais informativo, com especulações, projeções e possíveis novidades a respeito do produto. Os Early Adopters, então, chegavam até a página através da busca orgânica do Google ávidos por mais conhecimento.

Já na segunda etapa, com a confirmação pela Sony do lançamento e o início da pré-venda do console aqui no Brasil, os Early Adopters que retornavam à página puderam encontrar a opção de cadastrarem seus endereços de e-mail e receberem atualizações sobre o PS5. Em uma terceira fase, esse grupo foi contemplado com uma oferta exclusiva, o que contribuiu para uma conversão mais rápida e uma experiência positiva na jornada de compra.

Ou seja, com esse case foi possível entender como os Early Adopters se comportam e dão mais valor a atributos mais qualitativos. Além disso, também foi possível perceber que a estratégia de investir em conteúdo de forma especializada e apurada sobre o produto antes mesmo do lançamento refletiu positivamente no resultado e na fidelização de usuários, provando assim que se aproximar dos Early Adopters pode ser bastante assertivo em estratégias de marketing ou para alavancar o seu negócio.


Ainda não vende no Submarino e quer se tornar um parceiro? Então cadastre-se no B2W Marketplace e comece já a impactar esse público em nosso site!

Leia também:

Consumidor 4.0 e a importância de buscar novos canais de venda

O que é marketplace e como ele facilita a venda de seus produtos?

O que é preciso para começar a vender no Submarino?

Compartilhe esse post: