Payback: calcule o período de retorno de investimento no seu negócio

Compartilhe esse post:
payback

Como podemos saber se aquele projeto que estamos pensando em tirar do papel vale a pena? 

É muito normal gastarmos tempo e dinheiro em um negócio que temos certeza de que dará certo, mas que na verdade depois percebemos que não tinha sido bem planejado. Principalmente por conta de não termos estimado bem o “investimento x retorno” do empreendimento.

Neste sentido, o cálculo do payback é um dos métodos mais populares para a avaliação destes novos projetos. É uma ótima estratégia para calcular o período de retorno desse nosso investimento e assim tomarmos decisões de forma mais assertiva. 

O período de retorno do investimento é referente ao tempo que leva para o retorno acumulado do nosso negócio ser igual ao valor do investimento inicial, ou seja, quanto tempo seu negócio leva para pagar o investimento inicial e começar, efetivamente, a dar lucro. 

Pensando nisso, construímos uma Calculadora de Payback para te ajudar no planejamento de novos projetos. Ela vai te trazer uma visão mais clara dos principais indicadores financeiros e um maior controle e visibilidade do futuro da sua empresa.

Calculadora de payback e o retorno de investimento

O cálculo do retorno do investimento é muito simples e permite que você tenha uma visão geral da viabilidade e rentabilidade do projeto, para que assim você possa decidir se deve proceder de acordo com o risco existente. 

A principal vantagem do payback é sua simplicidade e facilidade de cálculo, além do fato que ele fornece os conceitos de liquidez e risco do projeto. O retorno do investimento é uma boa maneira de entender o seu próprio negócio, que não apenas beneficiará a coleta de informações importantes, mas também a organização da empresa. 

Por outro lado, devemos ter atenção: o payback não fornece uma análise tão clara e desconsidera o fluxo de caixa após o período de recuperação, ou seja, não é recomendado para quem deseja prever o retorno de projetos muito longos. Mas se você deseja, por exemplo, entender se compensa fazer um investimento em sua loja e em quanto tempo ele irá se pagar, pode fazer sentido usar essa análise!

Payback simples e payback descontado

Para você entender melhor, existem dois tipos de payback:  o payback simples e o descontado.

O período do payback simples é calculado diretamente, ou seja, é o número de meses ou anos necessários para recuperar o investimento. Ele não considera o valor do dinheiro ao longo do tempo e também se limita ao momento em que os lucros cobrem o investimento. 

Já o payback descontado é uma medida mais precisa que o payback simples, pois considera o valor do dinheiro no tempo presente. Aqui os fluxos de caixas serão descontados (normalmente) com a chamada “taxa mínima atraente” (TMA) – ou seja, o valor que você espera ter como ganho daqui a algum tempo após o investimento inicial no negócio . A TMA também é uma taxa de juros usada durante empréstimo financeiros e pode ser definida pela própria empresa ou de acordo com o financiamento desse investimento.

payback

3 indicadores relacionados ao payback

O payback está relacionado a outros indicadores importantes, como por exemplo:

VPL (Valor Presente Líquido)

VPL serve para que seja possível saber quanto vale o dinheiro resultante do seu negócio ou projeto, depois de um determinado período, mas em valores do presente, através do desconto da taxa de custo de capital estipulada. Ele calcula o impacto que um determinado projeto deverá ter no valor de mercado de sua empresa, como por exemplo:

  • VPL Positivo: receitas maiores que as despesas, ou seja, o projeto é viável; 
  • VPL Zero: receitas e despesas são iguais, ou seja, a decisão de investir no projeto é neutra.
  • VPL anualizado: quando se quer comparar dois ou mais projetos com vidas úteis distintas, utiliza-se normalmente o método do VPL anualizado, que basicamente calcula o VPL de cada projeto e depois distribui o valor ao longo da vida útil do projeto. Esse VPL anualizado pode ser comparado entre projetos de vidas úteis distintas, em uma mesma base temporal. 

TIR (Taxa Interna de Retorno)

É um valor percentual e que se espera, para um bom projeto, que seja maior do que a taxa mínima de atratividade, que normalmente pode ser considerada a Taxa Selic. Isto é, deve-se calcular para descobrir se vale a pena investir no projeto ou em outro tipo de investimento. TIR é a taxa de retorno que zera o Valor Presente Líquido e leva em conta o valor do dinheiro no tempo; 

TMA (Taxa Mínima de Atratividade)

A taxa mínima de atratividade é um indicador que expressa a remuneração mínima que um investimento precisa oferecer para que ele valha a pena economicamente, e também significa a taxa máxima que deseja pagar ao fazer um financiamento. Em resumo, essa taxa designa de forma simples qual é o valor mínimo de retorno sobre um investimento (ROI).

Quer saber mais sobre o payback, como calcular e qual o resultado para seu projeto? Faça agora o download da Calculadora de Payback que preparamos para você!

Preencha o formulário e acesse a calculadora de payback 





Leia também:

Aprenda a calcular seu fluxo de caixa e mantenha a saúde financeira do seu negócio

Como conseguir linhas de crédito para investir em uma loja pequena?

O que é o Crédito Seller e como o parceiro pode utilizá-lo?

Compartilhe esse post: