Dicas para fazer trabalho manual e ganhar dinheiro

Compartilhe esse post:
trabalho manual - ganhar dinheiro

Sim, é possível fazer trabalho manual e viver com a renda do que você faz. Veja algumas dicas para começar nesse ramo

Vender produtos desenvolvidos a partir de trabalho manual (produtos artesanais) tem se tornado bastante comum, seja em lojas físicas ou lojas online. Muitos empreendedores estão apostando nessa categoria porque ela é uma ótima maneira de praticar seu lado criativo ou tornar um hobby algo rentável.

Se você tem uma habilidade especial e também está interessado em iniciar seu negócio na internet vendendo itens artesanais, veja as dicas que separamos a seguir.

Escolha seu nicho

Quem possui habilidades manuais pode encontrar um espaço vendendo na internet de duas formas:

  1. Se atentando às necessidades atuais do consumidor para aproveitar a demanda. Ex: costurar máscaras de tecido, fazer móveis focados em home office/ maior bem-estar dentro de casa, entre outros.
  2. Oferecendo itens únicos e personalizados, que dificilmente os consumidores encontrariam em outro lugar, agregando valor ao seu trabalho.

Caso você possua tempo e equipe suficiente, é possível vender e ganhar dinheiro atuando dessas duas formas, ao mesmo tempo. Mas não ache que os produtos artesanais são apenas aqueles objetos voltados à decoração. O trabalho manual se destaca em vários setores, como moda e vestuário, higiene e até alimentício.

Um exemplo que podemos utilizar é a crescente busca por cervejas artesanais. Dados da Abracerva (Associação Brasileira de Cerveja Artesanal) e do Sebrae, mostram que o mercado teve um crescimento médio de 35% desde o ano de 2018.

A preferência pode estar relacionada ao interesse do consumidor em conhecer quem está por trás do processo produtivo ou simplesmente experimentar itens nunca vistos antes no mercado.

O trabalho manual exige produção especializada

Diferentemente de produtos industrializados comuns onde é possível criar itens de forma rápida e fácil, escalando a produção a partir de máquinas, no trabalho manual isso pode ser um pouco mais difícil, porque a produção exige técnicas diferentes e mais trabalho humano. Isto é, para aumentar a capacidade de produção muitas vezes é necessário contar com uma equipe de trabalho maior e especializada em criar e produzir esses itens artesanais.

Claro que máquinas também podem e devem ser usadas no desenvolvimento de itens artesanais, desde que o trabalho manual direto do artesão seja o principal e mais importante processo do produto acabado.

O Jhonatas Roque, lojista do B2W Marketplace, já atua na área e fala sobre sua experiência de trabalhar com a venda de produtos feitos à mão. Assista o vídeo para saber mais:

Valorizando o artesão

Por outro lado, mesmo trabalhos bastante artesanais e feitos individualmente (e sem maquinário) podem ter espaço no mercado e gerar renda. Um exemplo disso é o projeto Jirau da Amazônia, criado pela ONG sem fins lucrativos Fundação Amazonas Sustentável, e que hoje tem uma página de venda exclusiva dentro da Americanas, site que integra o B2W Marketplace.

No projeto, artesãos de comunidades ribeirinhas e indígenas da região amazônica conseguem expor e vender seus trabalhos manuais para a rede de pessoas que já acessa e compra nos sites da B2W. Desta forma, a produção artesanal de itens de decoração, móveis, moda, e até alimentos como café, feito de forma artesanal, conseguem ganhar muita projeção, sendo vendidos e entregues para qualquer lugar do Brasil.

Precifique seu produto de forma correta

A precificação de seus produtos é um ponto que merece atenção. Por conta de possuir pouca ou nenhuma concorrência direta no mercado, às vezes pode ser um pouco difícil acertar o preço logo de início. Entretanto, sempre leve em consideração o tempo necessário para criar o item, além de outros gastos, com: funcionários, máquinas e equipamentos, aluguel de espaço, matéria-prima, fornecedores e canais de vendas na internet, pois cada um tem suas peculiaridades e custos. Entre os canais de vendas mais comuns da internet estão os marketplaces, e-commerces próprios e redes sociais.

Caso você tenha dificuldade com a precificação, utilize uma calculadora de preços. Assim você pode ganhar tempo e aumentar sua margem de lucro com segurança, definindo de forma correta quanto vale seu produto. Clique e conheça a ferramenta.

Leia também:

Ganhar dinheiro em casa: é possível?

O que é marketplace e como ele facilita a venda de seus produtos

O que é e como vender no B2W Marketplace?

Compartilhe esse post: