O que é UX e como isso é importante para otimizar sua conversão?

Compartilhe esse post:
ux

UX: duas letras, muito significado – saiba como oferecer uma experiência descomplicada para os visitantes da sua loja virtual pode resultar no aumento de vendas

Você já deve ter se deparado com esse termo por aí. Mas afinal, o que é UX? Em inglês, UX é uma sigla para “user experience”, ou seja, experiência do usuário. Ela engloba todos os fatores que o dono de uma loja virtual, por exemplo, deve levar em consideração na hora de montar o site para oferecer uma navegação ágil e descomplicada para seus visitantes. 

Quanto mais dinâmica e intuitiva ela for, melhor será a impressão do público em relação à sua marca. A ideia é que o consumidor encontre o que deseja com rapidez e sem precisar pedir ajuda, mas, para que isso aconteça, é preciso pensar em um layout inteligente, com informações claras e objetivas e uma trilha de acesso que não dê margem para dúvidas. 

No caso de uma loja virtual, uma experiência positiva pode resultar na satisfação de potenciais clientes e vendas cada vez mais altas. Isso porque um bom trabalho de UX soluciona os problemas do público com rapidez, é capaz de convencer consumidores indecisos e fidelizar os que já compram com você. Em contrapartida, se não for fácil navegar na sua loja, as chances de converter se tornam cada vez menores: o visitante se frustra e dificilmente voltará a visitar o seu site. Mas, na prática, como aplicar o UX e como isso pode ajudar a otimizar conversão? 

Coloque-se no lugar de quem vai navegar 

Oferecer uma interação satisfatória entre o cliente e a sua loja virtual é a principal missão do UX. Por isso, é importante se colocar no lugar de quem vai acessar o seu site: ao enxergar a jornada de compra pela perspectiva do consumidor, fica mais fácil oferecer uma navegação simples e eficaz para o público que você busca atrair. 

Faça um exercício simples. Acesse a sua loja virtual e navegue por todas as sessões. Com um olhar de usuário, pergunte-se: “como isso pode ser melhor para o meu cliente?”. Tente identificar pontos de melhoria, das cores utilizadas no layout à posição das informações e categorias. É fácil achar a tela de cadastro? As categorias dos produtos estão bem visíveis? Você ainda pode convidar alguns clientes para um bate-papo. Escutar as percepções e “dores” de usuários reais pode ser bastante esclarecedor!

Pensar como o cliente é entender o que o usuário sente quando está em contato com a sua marca. Estar atento a essas emoções é fundamental para encantar, se aproximar e conquistar um novo consumidor. Assim, é muito mais provável que ele compre (e continue comprando) com você. 

Papo reto, claro e eficiente

As informações da sua loja devem ser passadas de forma direta. Isso não significa ser ríspido ou superficial nas comunicações, mas falar com clareza e sem rodeios. Se o cliente deve clicar aqui ou ali para concluir a compra, deixe isso evidente com um botão colorido, por exemplo. Se a sua loja possui atendimento ao consumidor, explicite os canais disponíveis e seus horários de funcionamento. Encontre o equilíbrio entre ser claro, didático e sem enrolação.  

Simplifique o cadastro

Cadastros longos e cheios de perguntas tendem a desanimar o cliente, que acaba indo ver se é mais fácil se registrar e comprar na concorrência.  Descomplique. Peça as informações essenciais (nome, CPF, endereço) e deixe para pedir dados secundários em algum outro momento.

O cliente tem que buscar o botão de busca?

Um menu de navegação intuitivo e uma barra de pesquisa fácil de achar são essenciais para uma experiência bem-sucedida. Se seu cliente precisar procurar muito para encontrar o que precisa (seja um item específico, seus horários de atendimento ou onde rastrear de um pedido realizado), é hora de repensar o UX da sua loja. 

Lembre de quem visita pelo celular

Já pensou que muitos consumidores podem usar o celular para acessar a sua loja? É por isso que o site também tem que funcionar bem nas telas de dispositivos menores para não perder nenhuma venda. Lembre-se disso na hora de desenvolver menus, banners, textos e botões. 

Vale facilitar a conversão em outro aparelho! Possibilite o envio de itens por e-mail e o compartilhamento em redes sociais, e ofereça a opção de adicionar produtos ao carrinho no computador, por exemplo, e encontrá-los para finalizar a compra no tablet.

Seu site atesta credibilidade? 

Por fim, o conjunto da obra forma um dos mais importantes atributos para quem vende online: a credibilidade. Um layout profissional e intuitivo, somado à simplicidade de navegar, entender as informações e realizar as ações transmite segurança para quem ainda não comprou na sua loja. Afinal, a conversão só acontece quando o consumidor sente confiança em fornecer seus dados, não é verdade?

Colocando o UX em prática

Agora, chega a hora de colocar a mão na massa. Depois de analisar o seu site, reúna as alterações necessárias em uma lista com as medidas consideradas urgentes e, dentre elas, enumere as de implementação mais rápida. Começar pelas mudanças prioritárias e mais fáceis de realizar é o primeiro passo para proporcionar uma experiência ainda melhor para quem compra com você. 

Ainda precisa de motivos para apostar no UX?

Clientes que tenham uma experiência positiva na sua página têm muito mais chances de serem fidelizados. É importante ter em mente que o consumidor atual é digital, vive uma vida corrida e não tem muito tempo ou paciência para lidar com sites confusos, sem falar na grande quantidade de concorrentes oferecendo uma navegabilidade tranquila. Proporcionar uma interação descomplicada é contar com mais chances de satisfazer o seu cliente e aumentar a conversão da sua loja.

Leia também:

Como criar uma Política de Privacidade para seu e-commerce

6 dicas para criar um plano de negócios para seu e-commerce

5 passos para criar uma estratégia de vendas campeã no e-commerce

Compartilhe esse post: