5 técnicas de SEO para e-commerce

Compartilhe esse post:
técnicas de seo para e-commerce

Aprender e aplicar as principais técnicas de SEO virou prioridade máxima para quem quer que a sua loja online tenha mais tráfego e mais vendas

Atrair cada vez mais visitantes e ter os seus produtos encontrados pelos clientes é o sonho de quem tem uma loja online. Para isso, é necessário ficar atento às técnicas de SEO, que têm como principal objetivo melhorar o posicionamento de qualquer site nos buscadores (como Google, Bing, entre outros). 

Nos últimos anos, o SEO tornou-se assunto recorrente e que deve ser empregado por quem quer ter mais tráfego e, no caso de um marketplace, aumentar as vendas.

Se você vende qualquer produto ou serviço, a chance de ter pessoas procurando por ele é muito grande e com a utilização desses métodos elas poderão chegar até você. A seguir, explicaremos, o que é o SEO, sua importância e as principais técnicas para deixar o seu e-commerce ainda melhor.

O que é SEO?

Desde o seu surgimento, o Google evoluiu e os seus famosos robôs também. Se antes as formas de estar alinhado com ele eram desconhecidas, agora já existem técnicas para ser bem visto.

O SEO (Search Engine Optimization – otimização para mecanismos de pesquisa), nada mais é do que um conjunto de técnicas utilizadas para otimizar qualquer tipo de site, para que ganhe o melhor posicionamento na busca orgânica – e dessa forma, muito mais tráfego. 

Buscando cada vez mais trazer a melhor experiência para os seus usuários, o Google, por exemplo, definiu alguns processos para valorizar os sites que trazem um conteúdo enriquecedor para quem está realizando uma busca. 

Quem quiser estar de acordo com ele deverá seguir alguns passos, como melhorar constantemente a  experiência do usuário, trazer um conteúdo amigável, layout que encante e ter um site com fácil navegação. 

Importância do SEO para E-commerce

Toda loja online para sobreviver necessita de tráfego e para isso acontecer, é preciso que ele apareça entre os primeiros resultados de qualquer buscador, de forma orgânica. 

Uma simples palavra-chave, por exemplo, é um dos fatores que poderá trazer o tráfego que o marketplace necessita. 

Aplicando essas técnicas você pode melhorar o ranqueamento orgânico da sua loja, ter muito mais tráfego e clientes que possivelmente converterão em vendas.

SEO para e-commerce

1. Uso de palavras-chave

Antes de tudo, é preciso que você saiba que um dos primeiros passos para garantir um bom domínio das técnicas de SEO é usar as palavras-chave voltadas para o seu negócio. 

Quando se fala em SEO, uma pesquisa detalhada por palavras-chave é a principal forma de ser encontrado por quem busca pelo seu produto ou serviço. Se um usuário quer um celular, por exemplo, possivelmente digitará no buscador “smartphone da marca X modelo Y”, se você utilizar essas palavras no seu site, poderá ganhar o clique dele. 

Para chegar a esse resultado e ter mais tráfego relevante, é preciso primeiramente conhecer o seu público alvo, das marcas que comercializa e também dos concorrentes. A partir disso, pesquisar as principais palavras que os rodeiam. Hoje, inclusive, já existem sites que poderão auxiliar você a encontrar os melhores termos para marketplace, como Ubersuggest e Google Keyword Planner.

2. Link Building

Uma ótima prática e que é bem vista pelos mecanismos de buscas, são os links do seu site em outros sites. Ou seja, a indicação dele ou de um dos seus produtos por outros sites. 

Voltado para o e-commerce, poderá funcionar desde os links externos, em outros sites, como também nos links internos, nas categorias de produtos semelhantes ou no compre junto, por exemplo. Dessa forma, o usuário continuará navegando pelo site, mas visualizando novos produtos. 

A probabilidade da conversão de vendas é ainda maior. 

3. Escolha boas URLs

Um ponto, às vezes esquecido, mas que faz grande diferença na otimização de qualquer site é o ajuste da URL. Nela é preciso descrever de forma rápida o produto, separada por traços (hífens). Para que os mecanismos de buscas saibam do que se trata a página e seja referência por lá.

Uma URL bem escrita, trará mais tráfego para sua página. Confira um exemplo de como deve ser:

www.seusite.com.br/categoria/código/boneca-marca-10-peças

4. Escreva bons títulos e Descritivos do produto

Se você comercializa produtos, é preciso estar muito atento a forma que ele está exposto na sua página e aplicar as técnicas de SEO na produção do título e descritivo. 

O título é a referência do que se trata o produto e também deve conter informações importantes, ou seja, mostre o que é o produto e depois insira poucas palavras com informações como modelo, cor e até mesmo potência, caso necessite.

Já na descrição, é preciso que você encante o cliente utilizando todas as palavras-chave que melhor se encaixam no produto e convença que aquele é o item que ele precisa ter. Saiba mais técnicas que devem estar presentes em uma página de produtos clicando aqui

5. Velocidade do carregamento da página

A velocidade de carregamento que  a sua loja online apresenta, é um ponto que merece atenção. Já que o tempo que um usuário passa esperando para que ela carregue totalmente, é um dos tópicos indicativos para experiência dele. Ou seja se demorar, a chance de conversão será muito menor, pois ele sairá antes de visualizar o produto.

Para corrigir é preciso verificar o tamanho das imagens e também se em sua programação está 100% otimizada. Você pode ter uma análise do tempo de carregamento do seu site utilizando o Google Analytics ou o Google Test My Site.

O SEO é um dos mecanismos mais importantes para o alcance de mais tráfego qualificado para o marketplace. Por isso, apostar nessas técnicas e estudá-las deve ser prioridade se você quiser aumentar as vendas. 

Leia também:

Como vender seu produto pela descrição

BCreative Content: agência de conteúdo para e-commerce da B2W

Como tirar fotos de produtos para sua loja online

Compartilhe esse post: