5 dicas para escolher produtos para vender na internet

Compartilhe esse post:
produtos para vender na internet

* Guest Post por Victoria Salemi, da Nuvemshop

Quando você decide empreender vendendo online, um dos primeiros e mais importantes passos é o de definir os produtos para vender na internet. Apesar de parecer simples, essa escolha vai impactar profundamente os rumos do seu negócio.

Se você já sabe que quer vender online, mas ainda não sabe muito bem que artigos vai comercializar, não se preocupe! Neste artigo, vamos trazer algumas dicas para que você possa decidir que tipo de produto vai vender na internet de forma consciente e estratégica.

1. Escolha um nicho específico

O primeiro passo para escolher produtos para vender na internet — seja pelas redes sociais, em marketplaces, na sua própria loja virtual ou, por que não, em mais de um desses canais — é escolher um nicho específico.

Você deve considerar que, ao escolher os artigos que vai comercializar, vai precisar se destacar para conquistar seus clientes. Entre milhares de vendedores na internet, quanto mais você se especializar, mais fácil será para conquistar seu espaço.

Portanto, você não deve se limitar ao definir, por exemplo, que vai vender itens para decoração. Nesse caso ilustrativo, você poderia optar por itens de decoração divertidos, temáticos de filmes e séries geek. Assim, fica mais simples para que você se posicione no mercado de forma a concorrer com menos vendedores.

2. Conheça bem o público que quer atingir

Juntamente com a definição bem nichada sobre seus produtos para vender na internet, você deve saber muito bem quem será seu público. Nesse sentido, para que você tenha uma estratégia eficaz, não basta ter apenas uma ideia do perfil de quem serão seus clientes.

Por isso, você deve definir a persona do seu negócio. Isso significa que você deve criar uma representação do seu consumidor ideal. Nela, devem constar informações como sexo, idade, profissão, dores, desejos e hobbies. Quanto mais você conseguir conhecer seu cliente ideal, melhor você conseguirá atingi-lo, pois poderá compreender com mais facilidade quais produtos as pessoas com esse perfil estariam dispostas a comprar.

Vale lembrar que, caso você pretenda atingir perfis muito diferentes, você pode criar mais de uma persona. Dessa forma, você pode definir as melhores maneiras para conversar com cada um dos seus públicos.

3. Foque em categorias de produtos que você conheça

Na hora de escolher seus produtos para vender na internet, outro ponto muito importante é o de selecionar aquele tipo de mercadoria com o qual você tenha familiaridade. Muitas vezes, as pessoas focam apenas no que está na moda ou nas promessas de altos lucros e deixam de lado seus gostos e aptidões.

Ao trabalhar com produtos que você conheça e goste, será muito mais agradável e fácil para lidar do que com categorias com as quais você nunca teve contato. Se você ama praticar esportes e conhece bastante sobre produtos de uma determinada modalidade, por exemplo, terá muito mais propriedade para avaliar os artigos de cada fornecedor e para negociar com eles.

Além disso, ao ter familiaridade com os produtos que você vende, criar a comunicação da sua marca e pensar na estratégia de marketing será muito mais simples. Você terá domínio do o assunto sobre o qual estará falando e terá mais condições de conversar com seus clientes sobre seus artigos!

4. Atenção aos fornecedores

A não ser que você mesmo produza os produtos que vai vender, você terá que lidar com os fornecedores desses artigos. Como já citamos, se você conhecer bem os produtos, poderá avaliar a qualidade e as condições oferecidas de forma mais segura.

Lembre de consultar os fornecedores não apenas sobre os preços dos produtos, mas também cheque quais os prazos deles para a entrega das mercadorias. Os consumidores são exigentes quanto ao tempo para terem suas compras em mãos e a pontualidade dos fornecedores deve ser levada em consideração para que esse objetivo possa ser cumprido.

Além disso, antes de bater o martelo, pergunte sobre a possibilidade de testar os produtos dos fornecedores que você considera para sua empresa. Peça a opinião de amigos e familiares sobre os artigos para que você tenha certeza de que está fazendo um bom negócio!

5. Observe a concorrência

Por fim, outro passo importante para definir seus produtos para vender na internet é observar seus concorrentes. Em primeiro lugar, note se já há muitas lojas vendendo os mesmos artigos que você pensa em comercializar.

Caso a resposta seja afirmativa, isso não significa que você deve desistir daquela categoria, mas você precisará tomar alguns cuidados. Faça uma análise da concorrência para poder identificar os pontos fortes e fracos das outras empresas do ramo.

A partir dessa análise, você poderá entender seu mercado e o que os competidores estão fazendo. Assim, você consegue identificar, por exemplo, o que os outros negócios não fazem tão bem e que você pode explorar quando for vender online.

Além disso, conhecer seu mercado é fundamental para que você possa se posicionar e saber como vai se diferenciar. Você vai oferecer preços mais baixos? Ou produtos de melhor qualidade? Você só conseguirá definir esse tipo de coisa se souber o que seus concorrentes estão fazendo.

Escolher os produtos para vender na internet pode parecer fácil, mas é uma decisão que envolve alguns pontos fundamentais para a estratégia do seu negócio. Mesmo assim, com essas dicas, vai ficar mais fácil definir com consciência para que você possa se tornar um empreendedor de sucesso!

E aí, está pronto para começar a vender na internet?

Informações da autora:

Victoria Salemi é a editora responsável pelas parcerias de conteúdo da Nuvemshop, a maior plataforma de comércio digital da América Latina, com mais de 30 mil lojas ativas. Formada em Jornalismo, ama escrever e tornar assuntos complicados acessíveis a todos!

Leia também:

Principais regras e diferenças entre o Simples Nacional e o MEI

6 dicas para criar um plano de negócios para seu e-commerce

Vantagens de explorar canais diferentes para a venda de seus produtos

Compartilhe esse post: