9 desafios de vendas que todo varejista precisa superar

Compartilhe esse post:
desafios de vendas

Alguns desafios de vendas são comuns para todo varejista. Veja quais são e como superá-los

Todo varejista precisa superar alguns desafios de vendas em seu negócio para estabilizar a operação e gestão e ampliar resultados e faturamento. Muitos deles, podem ser previstos pois se replicam para quase todos os negócios, por isso, separamos os principais deles para você mapear estratégias para superar cada um.

1) Planejamento de vendas

Antes de iniciar um negócio, todo varejista precisa ter um bom planejamento de como irá estruturar suas vendas. Isso envolve o capital inicial para investimento, pessoas envolvidas nas operações e a estruturação de toda a dinâmica de vendas e gerenciamento do negócio.

O planejamento será um guia para todas as suas ações futuras e pode ajudar na hora de entender o negócio de forma completa, identificado e ajustando falhas antes que elas, efetivamente, aconteçam.

Se você não sabe como começar esse planejamento, uma dica é estruturar um MVP, ou seja, um modelo mínimo viável para começar a estruturar seu negócio, definindo a visão do negócio, público e plataformas que serão usadas, caminho até o cliente chegar a sua loja, estrutura da loja, resultados esperados, custos e cronograma.

2) Boas parcerias

Parcerias são fundamentais para qualquer negócio. No varejo, isso não é diferente. Um grande desafio de vendas é encontrar parceiros estratégicos que possam ajudar no sucesso do seu negócio.

Fornecedores que tenham uma boa negociação com sua loja, oferecendo preços e prazos interessantes podem te ajudar a ter maior competitividade em seu segmento. Um canal parceiro de vendas pode ter comprometimento em ajudar no seu desenvolvimento comercial para que sua loja cresça e fature cada vez mais.

3) Logística de vendas (e entrega)

Outro desafio de vendas a ser encarado é como irá funcionar a logística da sua loja. É preciso alinhar desde como os itens do fornecedor chegarão ao seu estoque e prazo para isso ocorrer, até, caso você atue no e-commerce, como será a entrega dos seus produtos.

Se sua loja vende pela internet, procure estruturar fatores como armazenagem, embalagem e transporte dos produtos. É muito importante ter atenção para que os itens não cheguem avariados e nem com atraso no prazo acordado com o cliente.

4) Gerenciamento da equipe

Também fique atento à gestão de sua equipe. Ter profissionais talentosos, dedicados e em harmonia com o propósito e missão da empresa é um ponto que faz muita diferença no sucesso de seu negócio.

Tenha estratégias bem definidas de desenvolvimento dos profissionais e pense em ações para integrar e motivar sua equipe. Essa atenção é fundamental para evitar desgastes no seu time e manter um ambiente propício à produtividade.

5) Relacionamento com o consumidor final

Atender bem seu cliente é um fator que faz muita diferença nos resultados gerais do negócio. Um mal atendimento pode gerar perda do cliente e até a queda de reputação da sua loja.

Por isso, procure atender bem o cliente, esclarecer todas as dúvidas que ele tenha e comunicá-lo de qualquer imprevisto com o produto. Se houver problemas no pós-venda, não meça esforços para ajustar o que precisa e manter o consumidor satisfeito com a compra e atendimento.

6) Produtos: diversificação e qualidade

Na hora de comprar os produtos para sua loja, é preciso atender a duas necessidades dos clientes: a de diversificação e qualidade.

Os itens adquiridos devem ser de boa qualidade, para que o cliente fique satisfeito e volte a comprar com você. Mas, além disso, é preciso ter alguma diversificação em seu catálogo de produtos para que o consumidor possa escolher o que precisa e até mesmo para sua loja ter mais poder de vendas, sem depender exclusivamente de um único item.

7) Conquistar clientes novos

Para muitos varejistas, conquistar clientes novos é um outro desafio a ser superado. Uma dica é apostar em uma boa estratégia de marketing para conseguir alcançar novos clientes, comunicando o propósito da sua marca e até criando promoções que ajudem a trazer novos consumidores.

Outra forma de aumentar sua base de clientes é firmar parceria com canais de vendas consolidados, como os marketplaces. Estas lojas virtuais geralmente são bastante consolidadas e com um público fiel, permitindo que outras lojas vendam itens de seus estoques ali dentro. É uma ótima forma de encontrar um público novo e sem investimento inicial.

8) Competitividade

Ter uma estratégia competitiva é outra etapa e desafio de vendas que o varejista não pode descuidar. É preciso entender como sua loja irá se posicionar para se destacar dos concorrentes.

Preço, atendimento, frete, prazo, formas de pagamento, facilidade de parcelamento, qualidade dos produtos: é preciso escolher quais estratégias sua loja irá adotar para atrair mais clientes e se diferenciar no mercado que atua.

9) Metas de faturamento

Por fim, não esqueça de definir e se dedicar para cumprir metas de faturamento para sua loja. 

É essencial que você saiba os valores que precisa faturar para manter as contas em dia e fazer o negócio se desenvolver. Ao descobrir esses valores, tenha um planejamento claro de como irá alcançar os resultados esperados e comece a agir para chegar até onde precisa!

Leia também:

Como usar a curva ABC para analisar a performance dos seus produtos

11 dicas para gerenciar as vendas e fluxo de caixa de seu negócio

9 pontos essenciais em seu planejamento de vendas

Compartilhe esse post: