7 ferramentas para a análise de concorrentes e estudo de mercado

Compartilhe esse post:
análise de concorrentes 2

Ter um bom produto, profundidade de estoque, criar ofertas e campanhas são caminhos que toda loja virtual precisa percorrer. Mas, nada disso adianta se o que seus competidores estiverem fazendo for muito mais relevante e competitivo para o cliente final. Nessas horas, fazer uma boa análise de concorrentes é essencial.

Quando você sabe bem quem são seus concorrentes, como eles se posicionam comercialmente e qual a relevância deles na internet, fica muito mais fácil direcionar sua própria estratégia. Essa visão te permite saber exatamente o que é preciso ser feito para te colocar à frente deles, de forma mais competitiva.

Algumas ferramentas ajudam a fazer essa análise de concorrentes e de seu mercado de atuação. A seguir, separamos 7 delas que podem fazer muita diferença em sua visão competitiva e planejamento. Confira cada uma!

1) Google Alerts

O Google disponibiliza várias soluções que ajudam as empresas a terem uma visão competitiva mais abrangente. Uma destas ferramentas é o Google Alerts, também conhecido como Alertas do Google.

O Google Alerts permite que você cadastre termos relevantes para seu negócio e receba notificações por e-mail assim que uma nova notícia sobre o tema for publicada na rede.

Com isso, você pode, por exemplo, cadastrar as marcas de seus concorrentes e sempre que surgir uma nova informação na web sobre eles, você saberá.

2) Google Trends

O Google Trends é uma ferramenta que analisa tendências de busca para uma determinada palavra ou termo-chave. 

Se você vende tênis, por exemplo, e deseja saber se deve apostar na venda de “tênis para corrida”, pode procurar por esse termo na ferramenta. Com isso, você consegue entender se as buscas estão em alta ou em baixa e se existe uma sazonalidade maior no interesse pelo termo em algum momento do ano.

Caso identifique uma tendência de busca maior no mês de Janeiro, por exemplo, essa percepção pode orientar que você compre mais estoque desse item no final do ano para aproveitar as oportunidades do início do ano.

3) Google Keyword Planner

O Google Keyword Planner é uma ferramenta vinculada ao Google AdWords, a plataforma de anúncios patrocinados do Google. 

Com o Keyword Planner, você consegue identificar a quantidade de busca que as pessoas fazem para uma determinada palavra-chave, o que também pode ajudar no entendimento do seu mercado.

Se você notar uma diminuição nas vendas de um produto “x”, por exemplo, pode checar na ferramenta se ainda existe interesse público por esse item. Se as pesquisas estiverem baixas, pode ser a hora de substituir esse produto por outro em seu portfólio. Do contrário, se houver muita busca, você sabe que é preciso ajustar sua estratégia comercial para aumentar a relevância de sua loja para o cliente. 

4) Google Search

O Google Search é o buscador Google como você conhece. E por que ele é relevante? Simples: você pode pesquisar por concorrentes, produtos que você vende e termos relevantes para seu negócio para entender melhor o mercado.

Se você busca por “mochilas”, por exemplo, poderá encontrar os sites mais relevantes para este termo, incluindo seus concorrentes melhor posicionados na busca. Além disso, poderá saber quem faz anúncio patrocinado ou anuncia esse item no Google Shopping.

Você pode entender melhor como aumentar sua relevância online, sabendo com quem está competindo e como estas marcas se posicionam. Se você vende na internet, nem sempre estará concorrendo com as mesmas lojas que disputam seu mercado no mundo físico – e esse entendimento é fundamental para você se adaptar às vendas online.

5) SEMRush

O SEMRush é uma ferramenta muito usada em marketing para quem trabalha com estratégia de SEO e anúncios patrocinados.

Essa ferramenta concilia a possibilidade de analisar palavras-chave, como o Google Keyword Planner, com outras funcionalidades e relatórios sobre o mercado.

Uma das funções mais interessantes para a análise de concorrentes é a opção de analisar o site de um competidor, entendendo o número de acessos, para quais palavras-chave ele rankeia e anúncios que ele criou. Assim, você sabe como precisa melhorar sua própria estratégia para se destacar no mercado.

6) SimilarWeb

No SimilarWeb você consegue ter um ranking dos sites mais acessados do país, além de poder analisar tráfego de sites concorrentes.

Alguns dados apresentados são: a classificação do site em uma análise global (mundo) e local (Brasil), classificação dentro da categoria/nicho, tráfego, tempo médio da visita, páginas por visita, taxa de rejeição, tráfego por países, origem de tráfego e etc.

Você também pode consultar o tráfego do site com origem em mídia paga e de mídias sociais, o que pode sinalizar uma necessidade maior ou menor de atenção a estes canais para poder posicionar sua loja melhor que a concorrência.

7) Sieve 

Outra ferramenta para a análise de concorrentes é a Sieve, que traz dados de inteligência competitiva, caso você seja fabricante (Sieve Brand) ou venda nos marketplaces (Sieve Seller).

Para fabricantes, a ferramenta ajuda a monitorar os furos de preços praticados pelos canais de venda, a disponibilidade de estoque, além de acompanhar os produtos similares de marcas concorrentes. Já a solução para quem vende em marketplaces permite conhecer outros lojistas que vendem o mesmo produto que você. É possível saber se existe ou não concorrentes, e se existe, por quanto eles vendem o produto, se estão no buy box e etc.

Com tantas dicas, fica mais fácil criar sua estratégia e identificar quando ser mais competitivo por preço ou aumentar a margem de lucro.

Outras plataformas

Além destas, há outras plataformas onde você venda e que eventualmente poderão permitir análises relevantes para otimizar sua gestão. 

Quem vende no B2W Marketplace, por exemplo, pode contar com relatórios nos dashboards do Portal Parceiro que auxiliam na visão do mercado. Em uma das análises, é possível conhecer os produtos mais curtidos pelos clientes do canal, o que contribui para planejar seu estoque e direcionamento de vendas. 

Uma dica é ficar de olho em todas as plataformas que você já utiliza em seu dia a dia e como os dados que ela oferece podem ser interpretados e aplicados em seu negócio.

Você já utiliza todas elas? Se não, aproveite para fazer uma lista das mais relevantes para sua estratégia e comece a usar cada uma para se destacar dos concorrentes!

Leia também:

Qual a expectativa do cliente ao comprar pela internet?

Como obter vantagem competitiva vendendo no marketplace?

Passos para aumentar a competitividade nos buy boxes?

Compartilhe esse post: