4 dicas para quem deseja vender livros na internet

Compartilhe esse post:

vender livros

Vender livros na internet é ideal para aumentar a exposição e vendas dos itens de seu sortimento. Veja como fazer isso

A internet pode ajudar bastante na venda de livros, ampliando a exposição de seus produtos para um público diferente, que pode se interessar pelos itens que você vende e comprá-los, aumentando significativamente seu faturamento.

Para se ter uma ideia, a categoria de livros/assinaturas e apostilas recebeu 8,3% dos total de volume pedidos do e-commerce em 2017, ficando em sexto lugar entre as que mais receberam pedidos. Isso é o que mostram os dados do 38º relatório Webshoppers, produzido pela Ebit.

Por isso, é muito importante explorar as oportunidades da internet e seguir algumas dicas para se destacar ao vender livros na internet:

 

1) Aproveite as oportunidades do marketplace

Marketplaces são grandes redes de e-commerce que oferecem a lojistas e editoras a chance de se tornarem parceiros e venderem seus produtos nestes sites.

Como se tratam de lojas virtuais muito influentes no mercado e com clientes consolidados, é mais fácil e barato vender seus livros nestas plataformas. Veja, por exemplo, o caso do B2W Marketplace, formado pelas marcas Americanas.com, Submarino e Shoptime. É possível iniciar as vendas ali sem nenhum investimento inicial e pagando apenas uma comissão sobre as vendas concretizadas por algum dos sites.

Com apenas essa taxa de comissão por venda, é possível compartilhar de toda a estrutura das lojas virtuais e atingir uma grande base de clientes, em todo o país, que compra nesses sites. Por isso, há boas chances de vender seus livros virtualmente e só pagar quando as vendas começarem a surgir.

 

2) Cadastre informações completas do livro

Seja no e-commerce ou nos marketplaces, sempre cadastre informações detalhadas do livro ao vendê-lo digitalmente.

Lembre-se que por não manusear o livro, é preciso que o cliente entenda exatamente qual a edição que está adquirindo, nome oficial, autor, idioma, número de páginas, tipo de capa (brochura, capa dura), editora, ano de publicação, ISBN e outros detalhes técnicos da publicação.

Além disso, é importante que a capa representada seja exatamente a mesma da edição que será vendida pela sua loja.

Não deixe também de cadastrar a sinopse do livro, conforme as informações oficiais da editora. Essa informação é fundamental tanto para clientes que já possuem um livro desejado, quanto para aquelas que querem descobrir uma nova opção de leitura conforme seus gostos pessoais.

 

3) Tenha um bom posicionamento por preço

O preço é um fator muito influente na decisão de compra dos clientes. Esse valor, somado ao frete, pode ajudar o público a entender quais as melhores condições de compra oferecidas para ele adquirir o livro desejado.

É importante ressaltar que um bom preço deve conciliar não só uma oferta atraente para o consumidor, mas um valor que também seja sustentável para seu negócio justificar as despesas do negócio e garantir uma boa margem de lucro.

Nesse sentido vale a pena monitorar seus concorrentes para saber quando é relevante baixar seu preço e se tornar mais competitivo ou quando é possível aumentar um pouco sua margem, como em casos em que apenas você tiver estoque para a publicação.

Aproveite para praticar condições especiais durante datas comemorativas que façam sentido para sua livraria e categorias que você vende. Ex: promoção em diferentes itens no Dia do Livro, para livros sobre nutrição no Dia do Nutricionista e etc.

Os marketplaces também podem criar campanhas em datas específicas para impulsionar as vendas de um segmento. Uma campanha de Volta às Aulas, por exemplo, pode ser uma oportunidade de destacar seus livros com viés acadêmico e, por isso, vale a pena criar condições especiais para aumentar ainda mais os pedidos por seus livros.

 

4) Tenha variedade e disponibilidade

Possuir os livros em estoque tende a diminuir o prazo de entrega, o que pode aumentar a quantidade de vendas que você recebe.

Muitos clientes preferem comprar em um e-commerce ou loja do marketplace que tenham uma entrega mais rápida e com preço competitivo.

Além disso, seja na loja virtual ou nos marketplaces, é fundamental cadastrar todo o seu sortimento para as vendas na internet. Mesmo que alguns livros recebam poucos pedidos, essas vendas esporádicas podem fazer muita diferença no seu faturamento total.

Apenas tome cuidado na hora de estocar seus produtos para não haver perdas de itens e nem de oportunidades. Os livros mais vendidos devem ter mais unidades disponíveis para manter o abastecimento contínuo, já os outros, menos pedidos, podem ter um estoque raso e diverso. Se a demanda por eles começar a subir, é possível investir corretamente no ato da compra.

Seguir todas essas dicas irá ajudá-lo a aumentar as vendas de seus livros no mercado digital e engajar mais clientes com sua loja.

 

Leia também:

Como as lojas físicas podem vender online investindo pouco?

Posso vender no marketplace sem ter uma loja virtual?

O que é marketplace e como ele facilita a venda de seus produtos?

Compartilhe esse post: