Como adaptar seu e-commerce para vender no marketplace?

Compartilhe esse post:

e-commerce

É muito fácil adaptar o e-commerce para começar a vender no marketplace. Veja o que é preciso para fazer isso

Quem possui um e-commerce não precisa fazer nenhuma modificação sensível do negócio para conseguir vender no marketplace. O sistema de vendas é muito semelhante ao que as lojas virtuais já executam em seu dia a dia, bastando ter atenção a alguns pontos como a estrutura mercadológica e sistema de repasse do site onde irá vender.

Fora isso, é muito provável que você possua a maioria das documentações exigidas, como o CNAE no setor varejista, e já emita notas fiscais eletrônicas. A seguir listamos toda a documentação necessária para se cadastrar nos marketplaces e pontos importantes para adaptar seu negócio a esses canais.

 

Documentação

A documentação necessária para vender no marketplace é muito simples e seu e-commerce provavelmente já possui algumas delas:

  • CNPJ ativo e sem restrições;
  • CNAE no setor “Comércio Varejista” (Ex: iniciados com 45 ou 47);
  • Inscrição no Sintegra e emitir nota fiscal eletrônica (NF/ NFe);
  • Certificado Digital (e-CNPJ);
  • Capital social igual ou superior à R$1 mil;
  • Conta corrente vinculada ao CNPJ de cadastro.

Também é recomendado emitir uma Certidão Negativa de Débitos (CND), comprovando que não existem débitos pendentes em seu CNPJ. Esse não é um requisito para se cadastrar e começar a vender, mas a falta do documento estabelece um limite de faturamento por mês.

 

Integração Automatizada

Além da documentação mencionada acima, não há nenhum outro requisito para vender no marketplace. Como você já possui uma plataforma de e-commerce, isso poderá facilitar bastante a integração de seus produtos.

Se a sua plataforma já estiver homologada com o marketplace, será possível fazer a integração a partir dela. Da mesma forma, a integração de produtos pode ser feita através da plataforma de e-commerce que você utiliza, de um ERP ou de um integrador de marketplace.

 

Gestão Integrada

Quem utiliza um integrador de marketplace poderá gerenciar todo o seu negócio a partir dessa plataforma. Isso é, você poderá integrar seu estoque, pedidos e ter uma visão centralizada do seu negócio.

Com isso, é possível otimizar seu tempo para executar operações comuns como cadastrar produtos e vê-los espelhados nos marketplaces, consultar pedidos de todos os canais onde você vende e gerenciar informações de frete.

 

Leia também:

O que é marketplace e como ele facilita a venda de seus produtos?

18 termos que você precisa saber antes de se cadastrar no marketplace

Integrador de marketplace: o que é e como ele te ajuda?

Compartilhe esse post: