Varejo: como abrir um negócio com pouco dinheiro

Compartilhe esse post:

abrir um negócio com pouco dinheiro

O marketplace pode ser uma boa alternativa para quem pretende abrir um negócio com pouco dinheiro

Sim: mesmo com pouco dinheiro é possível abrir um negócio bem sucedido no ramo varejista.

Para conseguir chegar ao topo, será necessário controlar muito bem o investimento, planejando todas as etapas para reduzir custos e aumentar as oportunidades de retorno. Isso requer muito conhecimento estratégico e mercadológico, boas parcerias e consciência sobre os canais de venda que irá utilizar.

É preciso planejar bem a operação para que ela seja eficiente e não gere nenhum tipo de indisposição com o consumidor e prejuízos ao negócio.  A melhor parte é que esse planejamento é algo que você pode controlar, criando um ambiente favorável para que os resultados venham.

A seguir, você confere algumas dicas de como abrir um negócio com pouco dinheiro e o que é preciso considerar para que seu investimento seja estratégico e gere resultados:

 

1 – Pesquise o mercado no qual irá entrar

Em que setor você pretende atuar? Um dos pontos essenciais para que os negócios tenham crescimento e sustentação a longo prazo é justamente um bom planejamento e conhecimento sobre o mercado.

Para isso, é importante analisar concorrentes, público-alvo, entender oportunidades e desafios no setor em que você irá atuar. Acompanhe notícias, mas também procure fazer um plano de negócio, estabelecendo uma visão geral do mercado, como irá se posicionar e destacar de concorrentes, estratégia de vendas e metas de curto, médio e longo prazo.

Fazer uma análise SWOT, ordenando fatores como as Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats) ao negócio também pode ajudá-lo a manter uma visão realista e gerencial de como se destacar.

Dessa forma, você terá maior controle do dinheiro aplicado no empreendimento e criará um ambiente favorável para que haja um retorno real e significativo sobre esse investimento.

 

2 – Analise e negocie com os fornecedores

Quem irá fornecer os produtos para você? As parcerias de vendas são muito importantes para garantir que você consiga entregar itens de boa qualidade, dentro dos prazos e sempre tenha estoque para os clientes.

Por isso, é fundamental garantir que os fornecedores tenham um bom nível de responsabilidade para o cumprimento das datas acordadas para a entrega dos produtos, o que evitará falta de estoque e perda de vendas. Essa atenção evitará que seus resultados sejam comprometidos e o investimento não se pague.

Além disso, os preços negociados precisam estar dentro da realidade do mercado, para que você tenha os melhores benefícios pela compra.

Sempre analise o “custo x benefício” da compra para investir melhor seus recursos. Procure por fornecedores pontuais, que vendam itens de boa qualidade e negocie bem os preços e prazos. Procure apresentar relatórios de suas vendas que mostrem seu crescimento e justifique uma melhor negociação.

 

3 – Considere vender no marketplace

Abrir um negócio com pouco dinheiro exige boas escolhas de investimento e minimização de riscos. Por causa disso, vender no marketplace pode ser uma opção estratégica para quem pretende aumentar as vendas.

Os marketplaces são grandes sites de varejo onde outros lojistas podem se cadastrar e vender produtos próprios. O alto tráfego dos sites e clientes fidelizados garante um volume mensal significativo de pessoas acessando o e-commerce e fazendo pedidos.

Porém, a grande vantagem para quem possui um orçamento limitado, é que as vendas no marketplace são baseadas em comissão por vendas. Com isso, o lojista não precisa pagar setup para se cadastrar: ele se inscreve, cadastra e vende os produtos e só paga uma taxa de comissionamento ao canal conforme o valor dos pedidos – cerca de 16% do valor da compra.

Com um bom planejamento nos preços, é possível vender grandes quantidades, pagando comissões dentro da realidade da operação e, ao mesmo tempo, criar um negócio rentável e com alto ritmo de crescimento. Mesmo, é claro, que os recursos sejam limitados.

 

Essas dicas podem ajudá-lo a criar um negócio com pouco dinheiro, mas que é realmente lucrativo e sustentável à longo prazo.

 

Leia também:

O que é marketplace e como ele facilita a venda de seus produtos?

O que é e como vender seus produtos no B2W Marketplace?

Curva de crescimento: como o B2W Marketplace ajuda os varejistas a vender mais?

Compartilhe esse post: